iPhone 13 deve ter notch menor e iPhone 14 pode vir com furo na tela

Próximos smartphones da Apple podem mudar o design de display adotado pela empresa desde o lançamento do iPhone X. 

Os iPhones recentes têm um entalhe retangular na tela – um visual datado que remete aos primeiros celulares com notch lançados no mercado. Mas, aparentemente, esse visual está prestes a mudar: o iPhone 13 deve iniciar a transição com um recorte menor do que o visto na linha iPhone 12, e a linha iPhone 14 deve ser a primeira a trazer celulares com apenas um furo na tela.

As informações são de Ming-Chi Kuo, que tem bom histórico de acertos em previsões sobre a Apple. Kuo revelou algumas dicas do que esperar das próximas gerações de iPhones, incluindo os detalhes sobre o visual dos aparelhos.

De acordo com o analista, os smartphones lançados em 2021 terão poucas mudanças em design em relação aos seus antecessores, mantendo os mesmos tamanhos de tela. No entanto, os modelos mais avançados (iPhone 13 Pro e iPhone 12 Pro Max) devem enfim contar com taxa de atualização de 120 Hz.

Kuo afirma que a “área de entalhe reduzida” será uma das principais novidades em hardware este ano. Já a bastante esperada volta do Touch ID não parece estar nos planos da Apple, ao menos por enquanto, apesar dos rumores a respeito de um sensor sob o display.

“Acreditamos que o iPhone irá melhorar significativamente a experiência do usuário se adotar o botão Liga/Desliga com o sensor Touch ID. No entanto, atualmente, não há visibilidade sobre o momento de adoção desta nova especificação”, explicou o analista em nota ao 9To5Mac.

Ao site MacRumors, Kuo afirmou que a tela com furo para câmera chegará, pelo menos, aos modelos mais avançados da linha iPhone 14 – com a possibilidade de estrear em todos os telefones dessa geração, se os rendimentos de produção forem bons o suficiente.

Caso isso se confirme, é possível que a Apple esteja planejando o reposicionamento de seus sensores biométricos para baixo da tela já para 2022.

O que mais esperar do iPhone 13?

Outros recursos e especificações aguardados também não devem chegar aos iPhones de 2021 – é o caso da entrada USB-C, em vez da porta Lightning. Além disso, o scanner LIDAR deve continuar apenas nos modelos mais caros, como no último ano.

As câmeras podem trazer mudanças mais significativas, com melhorias na lente ultrawide dos iPhones 13 Pro e 13 Pro Max. A bateria também deve contar com um upgrade na capacidade, o que resultaria em um aumento de peso nos telefones.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.