Apple pode adotar jeito “diferentão” para carregar a bateria do iPhone 13.

Está cada vez mais claro que a Apple deve aposentar a conexão lightning (presente desde 2012) em seus próximos lançamentos. Um registro de patente nos Estados Unidos sugere que um futuro iPhone terá uma porta de alimentação magnética MagSafe para “grudar” o cabo do carregador de bateria junto ao dispositivo. A novidade já poderia ser utilizada na linha iPhone 13, prevista para ser anunciada em setembro deste ano. Imagens do documento de registro foram divulgadas pelo site Patently Apple. Nelas é possível ver um carregador com plugue de três pinos, parecido com os dos MacBooks de gerações anteriores à adoção do carregamento USB-C.

Desenhos mostram diferentes propostas de pinos, alguns mais arredondados e pontudos, outros mais retos. Ilustração mostra como conector MagSafe deve funcionar no futuro Imagem: Reprodução/Patently Apple Com base em um conjunto de ímãs, o MagSafe daria mais segurança, pois o aparelho se desconectaria facilmente do carregador ao ser puxado por acidente, por exemplo. A patente não identifica claramente o dispositivo que está sendo carregado, mas as imagens não deixam muita dúvida. Estão lá o formato, o posicionamento da porta na base inferior e as bordas retas, que a Apple resgatou do iPhone 5 para a família iPhone 12, lançada em 2020. Alguns rumores diziam que o novo iPhone 13 (ou iPhone 12S, como pode ser o nome do celular) poderia vir com porta de carregamento USB-C, a exemplo do que aconteceu com os MacBooks e iPads Pro. Mas parece que isso não irá rolar, pelo menos não tão cedo — provavelmente, para não prejudicar as vendas de acessórios exclusivos Made for iPhone (MFi), criados para os celulares da Apple. O atual carregador MagSafe para os iPhones 12 é um acessório extra. Uma base redonda que é grudada por ímãs na parte traseira do aparelho, para carregamento rápido sem fio. Ele custa R$499 (simples) ou R$1.699 (duplo, para carregar dois dispositivos simultaneamente) na loja brasileira, e funciona a partir da linha iPhone 8, a primeira a receber tecnologia indução — porém, apenas os mais novos são compatíveis com o alinhamento magnético. A aposta para o futuro é que essa seja a única forma de carregar os iPhones. Sem nenhuma porta física, eles ganhariam mais resistência contra água, poeira, desgaste do conector e outros defeitos relacionados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.